Posso Fazer Exercício Em Jejum?

31 May 2018 17:01
Tags

Back to list of posts

Verão chegando e as mais numerosas táticas pra aperfeiçoar a imagem corporal começam a construir corpo humano. Uma delas é o exercício em jejum. Vou ter meu treino prejudicado por déficit colastrina de energia? Vou queimar mais gordura? Irei ter resultados mais rápidos? Realmente no momento em colastrina que alguém se exercita em jejum ela usa até 3 vezes mais a gordura como referência de energia se comparado ao estado alimentado (por esse estado nosso corpo humano libera insulina e esta inibe a quebra de gordura). Contudo isso vai necessitar de o quanto a pessoa está treinada e da intensidade (exercícios com intensidade menor que 75 por cento do VO2 máx) em que ela vai fazer o exercício.Com o que foi narrado acima provavelmente alguns prontamente estão se animando pra começar a realizar essa atividade, contudo será que de fato eu irei perder gordura com essa prática? A resposta é NÃO. Todos devem estar se perguntando: Se eu gasto mais gordura com exercício em jejum pelo motivo de não irei perder gordura mais?Faça treinos de alta intensidade (HIIT)Segurança na Utilização5 Nutrientes Relevantes pra Acelerar o emagrecimentoO protocolo utilizado (dos quais falei por este post)Se você correr pela esteira a distância de 4km com intensidade de 60%VO2 max você terá um gasto energético de mais um menos 250 Kcal. O defeito está no pós-exercício em jejum, que você irá comer. E se você fizer uma refeição de 250Kcal com vinte e cinco por cento de gordura do total de um cardápio você estará repondo toda gordura gasta no exercício.Qual a mensagem que deve ficar logo pro exercício em jejum? Mesmo que você "queime" mais gordura no decorrer da atividade em jejum, essa queima é facilmente reposta por uma acessível refeição. Você podes desejar ver mais qualquer coisa mais completo relativo a isso, se for do teu interesse recomendo acessar o site que originou minha artigo e compartilhamento dessas dicas, visualize procurar estes e veja mais sobre. Deste modo se não tiver um déficit calórico/gordura não ocorrerá emagrecimento a mais se fizer um exercício em estado alimentado. Desse modo vale a pena aliar dieta hipocalórica ao exercício em jejum? Gillen JB 2013 encontrou em seu estudo repercussão de redução de gordura e de peso parelho nas pessoas testadas em 6 semanas de exercícios de alta intensidade e dieta isocalórica e naqueles que fizeram jejum.Shoenfeld BJ 2014, bem como encontrou em teu estudo perda de gordura e de gordura parelhos nas mulheres testadas. Elas realizaram 4 semanas de treinamento (3 sessões de exercício aeróbio de moderada intensidade) e redução do aporte calórico em 500 Kcal/dia. Metade do grupo treinava em jejum e a outra metade após ter se alimentado.Mas a pergunta que não quer calar. Qual o destino da gordura que é gasta a mais no estado de jejum? O nosso organismo é "inteligente" o bastante para compensar a redução de gordura a mais no estado em jejum ajustando de forma continua a utilização de substratos energéticos. Uma forma de exemplificar isso seria a utilização a mais de carboidrato em uma tarefa ser compensada por maior utilização de gordura em algumas tarefas. Nosso organismo lança mão disso pra tentar atingir um equilíbrio energético e para que consequentemente não lhe falte nada.Outro ponto que tem que ser abordado é o superior gasto energético que ocorre no momento em que nos exercitamos no estado alimentado, do que no momento em que nos exercitamos em jejum, o que superaria aquela diferença inicial de vinte por cento mencionada no inicio do texto. Com relação à perda de massa muscular no exercício em jejum, ela realmente acontece?

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License